Pages

Subscribe:

19 de maio de 2009

Cora Coralina

depois de algum tempo sem postagens, voltamos com algo bem "nosso", algo que corre em nossas veias. todo o verbovocovisual de Cora Coralina:





Velho Sobrado

"Abandono. Silêncio. Desordem.
Ausência, sobretudo.
O avanço vegetal acoberta o quadro.
Carrapateiras cacheadas.
São-caetano com seu verde planejamento,
pendurado de frutinhas ouro-rosa.
Uma bucha de cordoalha enfolhada,
berrante de flores amarelas
cingindo tudo.
Dá guarda, perfilado, um pé de mamão-macho.
No alto, instala-se, dominadora,
uma jovem gameleira, dona do futuro."



Mãe


"Que pretendes, mulher?
Independência, igualdade de condições...
Empregos fora do lar?
És superior àqueles
que procuras imitar.
Tens o dom divino
de ser mãe
Em ti está presente a humanidade."







mais de sua poesia

poesia, um pouco mais











ps: os poemas são apenas trechos das obras originais

1 comentario in-útil:

Silvinha Mara disse...

doce poesia que torna nossas vidas mais sublimes..adoro isso!

beijocas