Pages

Subscribe:

25 de fevereiro de 2009

mapas da mente (mind maps)

é possivel ter visão geral de temas complexos ?
estudar de forma objetva para uma prova?
ter clareza sobre determinadas situações da vida particular ou simplesmente reunir algumas ideias criativas ?
os "mind maps" podem ajudar nessa tarefa.

no início dos anos 70, o psicólogo britânic0 Tony Buzan analisou inúmeros resultados de pesquisas sobre as bases biológicas da aprendizagem, da memória e da criatividade. ele desenvolveu a tese de que na nossa cultura, que dá muito valor a escrita e a leitura, apenas uma parte do cérebro é aproveitada apropriadamente - aquela responsável pela lógica, pelo pensamento linear e pela fala.
várias outras regiões cerebrais especializadas em imagens, pensamento espacial e criatividade, por exemplo, seriam muito pouco estimuladas.

Buzan considerou tal fato um desperdício grave de recursos valiosos e desenvolveu um conceito mais adequado aos talentos de nosso cérebro até então subestimulados. assim nasceu a ideia do "mind map" o "mapa da mente". trata-se , na verdade, de uma representação gráfica de relações entre diversos conceitos. o material necessário é apenas uma folha de papel e uma caneta. um especialista em desenvolver esse tipo de mapa pode até dispensar o material, pois ele cria suas figuras mentais apenas na imaginação.
no centro de tod0 "mind map" fica o
tema superior. a partir dele, saem linhas em todas as direções para os diversos subtemas que se ramificam cada vez mais, como os galhos uma árvore. assim surge um sitema, que teoricamente, pode expandir de infinitas maneiras, composto por inúmeros traços e palavras-chave conectados entre si, formando um mapa mental lógico. cores e elementos visuais aumentam a clareza da figura, de forma que podemos assimilar o conteúdos complexos num passar de olhos.
usar a técnica pode ajudar na auto-organização, uma vez que por meio dela é possível sintetizar e estruturar, graficamente, grandes números de informções, possibilidades e linhas de pensamento, por exemplo, ao se preparar para uma prova. justamente por isso, costuma ser útil usar a técnica em sala de aula, seja para transmitir uma visão geral de algum assunto, ou para aprofundar ou revisar conhecimento. a vantagem decisiva: um "mind map" fica cunhado na memória na forma de imagem - tanto durante sua elaboração quanto em observação posterior. por isso, desenvolver o próprio "mind map" representa um bom caminho para exercitar a memória, pois mesmo depois de longo tempo, é possível lembrar da imagem, quase sempre ainda em detalhes.

como se faz um "mind map"?
  • trabalhe sempre em forma diagonal.
  • o motivo do mapa ou palavra central vem sempre no centro da folha. a partir dele, saem linhas grossas, e se possível, de cores diferentes.
  • expresse cada associação de ideias com apenas um termo(palavra-chave). uma boa palavra-chave remete, mesmo depois de longo tempo, ao significado.
  • outras linhas mais finas de pensamento são ligadas diretamente as anteriores.
  • no centro estão conceitos mais gerais, que devem tornar-se cada vez mais específicos quanto mais externos forem.
  • em vez de uma palavra, podem ser usados símbolos, desenhos, colagens ou códigos(que apresentem sentido imediato ao proprietário do mapa).
  • desenhe as setas de referência sempre externas, em torno do "mind map", nunca passando por dentro dele.
  • as diferentes áreas de pensamentos devem ser destacadas ou circuladas com diferentes cores.
  • numere os ítens, caso a sequência de passos a seguir seja importante .
estado psíquico:

é comum que, enquanto a pessoa desenvolve seu mapa, seus pensamentos saltem de uma área para outra, o que na verdade nâo é um problema, desde que se tenha uma boa ideia do que se pretende. em alguns casos, é possível desenvolver um tema a fundo em poucos minutos; em outros o trabalho pode levar alguns dias para ser realizado. o importante é que não haja um intervalo muito longo entre a interrupção e a retomada da tarefa.

bom "mind map" a todos !

ps: matéria publicada em janeiro 2009 pela revista mente e cérebro.


dica do leitor:
achei ótima a dica, simples e prático.

on line mind map

valeu Maurício!

1 comentario in-útil:

Maurício disse...

Para quem se interessou na idéia de fazer um mind map, existe um site que ajuda muito...

www.mindmeister.com

É só se cadastrar e começar a criar seus mapas mentais...

Valeu pelo post!